Publicado em 13 fevereiro 2018

Para utilizar tudo o que a computação na nuvem e o G Suite têm a oferecer, é importante ter os dados disponíveis para acessá-los de qualquer lugar, independentemente do dispositivo que esteja usando, seja computador, smartphone ou tablet.

Se a sua empresa deseja migrar arquivos, e-mails e contatos para a plataforma do Google, pode contar com o AppBridge.

Essa solução permite a migração de informações para o G Suite de um jeito prático e com ótimos resultados. Com isso, conhecê-la é fundamental para obter melhor performance.

Para ajudar nesse processo de descoberta do app, nós criamos este post. Confira tudo sobre o AppBridge e entenda por que ele pode ajudar a sua empresa na jornada para a nuvem!

O que é o AppBridge?

Criado como uma startup em Vancouver, o AppBridge é um recurso que utiliza conectores entre serviços na nuvem. Basicamente, a sua função consiste em fazer uma migração de dados de diversas fontes. Assim, é possível conseguir uma transferência consistente e robusta, sem perder elementos importantes.

Em 2017, a empresa foi adquirida pela Alphabet, a controladora do Google e agora integra o leque de soluções e tecnologias da gigante que já deixou de ser um simples buscador há anos.

Quais são as soluções oferecidas pelo AppBridge?

Após a aquisição do Google, a marca desaparecerá, já que estará completamente integrada. Contudo, as suas funções permanecerão e serão ainda mais exploradas. De maneira geral, são três as soluções oferecidas: a Transformation Suite, o Surveyor e o Transformer.

A primeira é a solução completa e integra todos os recursos. Já o Surveyor serve para realizar uma pesquisa aprofundada, de modo a identificar configurações. Por meio dos escaneamentos, são analisados todos os metadados e demais elementos.

Enquanto isso, o Transformer é o responsável pela execução da migração. Ele segue um workflow específico, o qual depende da origem das informações que serão migradas. Em geral, começa com uma análise do que será mudado, a qual é seguida da preparação e da execução. Por fim, há a validação.

Todos os dados, como e-mails e demais elementos, são migrados para o G Suite. Entre as origens, estão o OneDrive, SharePointOffice 365, Exchange Email e o próprio G Suite.

Quais são as vantagens desse recurso?

O AppBridge é muito útil porque traz automação na troca de informações. Ao começar a utilizar o G Suite, por exemplo, fica mais fácil ter a certeza de que tudo será importado corretamente.

Outra característica do app é que ele é um elemento necessário para garantir a centralização e integração de conhecimento, já que tudo fica reunido em um só ponto.

O AppBridge também se caracteriza pela importação de metadados. Com isso, é possível movimentar até permissões e estruturas de grupos. Isso facilita o trabalho, fortalece a segurança e traz ótimos resultados para a gestão de informação.

O fato de oferecer a importação de várias fontes — as principais usadas no mercado — traz versatilidade ao processo. Com o uso de apenas uma solução, há maior praticidade na hora de selecionar o que deve ser empregado. Eventualmente, isso leva à economia de tempo e de dinheiro.

Como você pode perceber com esse artigo, o AppBridge é um excelente recurso de migração de dados para o G Suite. Com ele, é possível ter máxima automação e ótimos resultados.

Para realizar a implementação e a migração da maneira segura e sem transtornos, é importante ter uma equipe qualificada. Por isso, conheça nosso serviço de migração de e-mails e documentos e tenha o apoio de gente com expertise e certificação para migrar seus dados para a nuvem!

QI_CTA_eBook19_GSuiteBusinessEnterprise