Skip to Content

Tag Archives: Calendar

G Suite traz 329% de ROI, segundo a Forrester

… Para empresas de grande porte.


Empresas que avaliam o custo do G Suite devem estar cientes de um novo relatório da Forrester. O relatório intitulado “O impacto econômico total do G Suite: Análise e inquérito da Indústria” aponta que as grandes empresas podem atingir um ROI ajustado à marca impressionante de 329% e um break-even point de 1,4 meses. Sim, se o relatório é confiável, em um trabalho de seis semanas, uma empresa será capaz de recuperar todo o seu investimento e, possivelmente, continuar salvando enormes quantias em dinheiro através da comunicação do Google, baseada na nuvem e em pacotes de colaboração.

Nós seremos breves e vamos mencionar que a Forrester é uma empresa modelo, que possui 18mil funcionários. Desta forma, o estudo aplica-se às grandes empresas.

Descobertas

A seguir, acompanhe as principais conclusões do relatório:

  • Ajustado à marca ROI de 329% – Isto significa que para cada dólar que as grandes empresas investem no G Suite, é recuperado o triplo.
  • Valor Líquido presente (VPL, em inglês) de 10,1 milhões de dólares, assumindo um investimento inicial de US $ 428 mil em serviços como gerenciamento de mudanças, teste, piloto e apoio inicial.
  • Período de retorno (break-even) de 1,4 meses, um dos números mais impressionantes deste novo estudo.
  • O ganhos em produtividade do usuário final foram três vezes maior que a redução de custos. Os usuários finais afirmam ter obtido vantagens em eficiência não só no Gmail, mas melhorias de produtividade globais por usar outros componentes do G Suite, como o Google Docs e o Calendar.
  • O aumento ou substituição de uma solução de e-mail existente é reconhecido como o mote por trás da decisão da empresa. Mesmo que a colaboração seja significativa, sua gestão in-house é o ponto fraco de muitos departamentos de TI.
  • A transição para o Gmail empresarial foi mais suave para os usuários que já utilizavam o Gmail pessoal. Esta é uma conclusão bastante óbvia e destaca um ponto de venda que o Google tem há um tempo. Quase todas as funcionalidade do G Suite estão disponíveis para uso pessoal e é gratuito para instituições de ensino. Assim, fica mais fácil para os usuários aceitarem o G Suite como uma ferramenta de negócios.
  • Redução de custos de manutenção é apresentado como um dos principais benefícios. A estratégia de faturamento mensal do G Suite também reduz a pressão sobre o fluxo de caixa.


Todo este novo estudo significa que o Google e seus revendedores do G Suite têm ferramentas adicionais de Marketing à sua disposição. Diretores de TI que resistem ao modelo de e-mail e colaboração baseado na nuvem não podem ignorar este estudo e terão de fazer mais para justificar a necessidade de ficar com uma solução de servidor local.

Este último relatório é a atualização de um estudo prévio realizado pela Forrester desde 2010, que pontuou um ROI ajustado à marca de 307% e um ponto de equilíbrio de 7 meses.

Observações & metodologia

Seguem algumas observações sobre como o estudo foi realizado:

  • O estudo foi encomendando pela própria Google. Apesar de trazer uma perspectiva de si mesmos, seria ótimo ver um estudo independente, como um que comparou o G Suite com o Microsoft Office 365.
  • Nomes de clientes foram fornecidos pelo Google. Será que há uma seleção de perspectiva aqui? Enquanto isso, maiores detalhes sobre a metodologia de pesquisa podem ser encontrados no próprio documento. Encontramos alguns pontos interessantes:

– A Forrester estrevistou cinco organizações que utilizam o G Suite ao redor do mundo.
– Os analistas consultaram 200 profissionais de TI e usuários finais, representando diferentes organizações e mais de 20 indústrias diferentes que migraram para o G Suite. O estudo prévio iniciado em 2010 incluiu mais de 600 profissionais de TI e usuários finais.

Para maiores esclarecimentos, nós estamos citando os dois estudos:

E você, o que pensa disto?
Qual a sua opinião sobre o estudo? Você considera esses dados confiáveis? Nós gostaríamos de ouvir sua opinião, principalmente funcionários de grandes empresas que migraram para o G Suite.

Este artigo é uma tradução de: Forrester: G Suite brings 329% ROI

QI_CTA_CardsTransformationFINANCEIRO

0 0 Continue Lendo →

Google desliga recursos de calendário, Google Sync, Google Calendar Sync, Issue Tracker Data API e Punchd

Na última sexta-feira, o Google anunciou que está desligando uma grande quantidade de recursos e serviços como parte de sua limpeza de inverno. O Google Calendar perderá alguns recursos, o Google Sync (para consumidores) assim como o Google Calendar Sync, SyncML, o Issue Tracker Data API e o aplicativo Punchd.

Veja a estrutura com tudo que você precisa saber:

 

Google Calendar: Vários recursos menos populares serão cortados em 4 de janeiro de 2013.
Google Sync: Você não poderá configurar novos dispositivos em a partir de 30 de janeiro de 2013.
Google Calendar Sync: Foi descontinuado em 14 de dezembro de 2012.
Google Sync para Nokia S60: Será descontinuado em 30 de janeiro de 2013.
SyncML: Será desligado em 30 de janeiro de 2013.
Issue Tracker Data API: Será desligado em 14 de junho de 2013.
Punchd: Aplicativos para Android e iOS serão descontinuados e os comerciantes não irão mais utilizar os cartões de fidelidade a partir de 7 de junho de 2013.

Primeiramente, vamos analisar o Google Calendar. O Google diz que no próximo mês você não poderá mais criar novas datas reserváveis* através do Appointment Slots, apesar do Appointment Slots continuar trabalhando por um ano.
Two Calendar Labs, Smart Rescheduler e “adicionar gadget por URL” também não existirão mais. E finalmente, os recursos de checar seu calendário via SMS (GVENT), disponível apenas nos Estados Unidos serão descontinuados. A ideia do Google, é de que a maioia dos usuários preferem seus apps móveis de calendário.

Em seguida vem o Google Sync, utilizado para acessar o Gmail, Calendar e Contatos através do protocolo Microsoft Exchange ActiveSync (EAS). Porém, o Google percebe que, não será mais necessário, graças ao IMAP, CalDAV e CardDrav. Conexões já existentes com o Google Sync continuarão funcionando e o Google Sync continuará com o total suporte do G Suite, Government and Education. Quanto tempo será desta forma? O Google não diz.

Esta série de anúncios é um evento trimestral do Google. É a maneira que a empresa encontrou de tentar economizar e oferecer apenas serviços que são muito utilizados para justificar o investimento necessário para as atualizações .

Este texto é uma tradução de: http://thenextweb.com/google/2012/12/14/google-to-shut-down-calendar-features-google-sync-google-calendar-sync-and-punchd/

1 0 Continue Lendo →

Abra links de e-mails diretamente no Gmail pelo Chrome

O Google lançou uma nova funcionalidade HTML5 no Gmail que permite que todos os links de e-mails abertos no Google Chrome sejam direcionados automativamente a tela de edição de e-mails do Gmail. A empresa já tinha adicionado, há algumas semanas, uma opção similar no Google Calendar.

“O Chrome permite que os serviços da web perguntem se você deseja usá-los para abrir certos links. Embora a maioria dos links geralmente direcione você a outra página, alguns deles podem abrir programas e executar outras ações. Por exemplo, os links mailto: podem abrir seu programa de e-mail, e os links webcal: podem adicionar eventos ao seu programa de agenda. Esses links são conhecidos como protocolos, e os programas que eles usam são chamados manipuladores. Atualmente, muitos serviços da web, incluindo o Google Calendar, podem agir como manipuladores”, explicou a empesa em sua Central de Ajuda.

Gmail Corporativo

 

Para permitir que o Chrome possa manipular os links mailto: diretamente para o Gmail, basta aceitar a notificação reproduzida na imagem acima. Para editar ou cancelar esses protocolos, use o atalho chrome://settings/handlers (na barra de endereços do Chrome) para verificar os manipuladores ativos.

Fonte: http://googlediscovery.com

0 0 Continue Lendo →