Skip to Content

Tag Archives: Dos

10 dicas incríveis para usar o Gmail no seu dia a dia

Sendo um dos mais populares da internet, o Gmail é um dos melhores serviços de e-mail e já conta com mais de 400 milhões de usuários.

1 0 Continue Lendo →

6 dicas para um bom e-mail profissional

Alguma vez você já deve ter recebido um e-mail que causou até certo desconforto pela linguagem, posicionamento do remetente ou até mesmo pela estética. No mundo dos negócios, isto pode prejudicar não só a imagem de uma pessoa, como de uma empresa inteira. Uma boa postura é fundamental para decidir como você é visto por outros profissionais e por seus clientes. Por isso, preparamos algumas dicas para evitar estas gafes e deixar o seu e-mail no nível de um grande profissional.

1 0 Continue Lendo →

Otimizando serviço com a Cloud Computing

Ainda que muitos não deem conta, a Cloud Computing está diariamente presente em nossas vidas, seja nos games, e-mails, “depósito” de conteúdos, músicas, redes sociais etc.

Os recursos da Cloud Computing são cada vez mais comentados como a solução para esta era de compartilhamento e agilidade, onde a evolução e inovação é constante. A tecnologia agrega características que chamam a atenção de investidores pela praticidade e facilidade de funcionamento.

Buscando essa mesma simplicidade empregada no uso pessoal, empresas investem na tecnologia e almejam novos recursos, para descomplicar sistemas antigos e ultrapassados.

 

[title type=”h2″ color=”black”]Agilidade nos serviços[/title]

Com a utilização dos serviços Cloud Computing, criar, editar e compartilhar, são processos comuns no dia a dia de uma empresa. A possibilidade do trabalho conjunto, engaja a equipe e colabora no processo de interação empresa/funcionário, conectando tudo em um só.

Por se tratar de um ambiente online, o qual todos podem acompanhar no mesmo momento o que se passa, processos burocráticos, como reuniões presenciais para importantes tomadas de decisões, foram simplificados. A distância geográfica, inclusive, deixou de ser empecilho para uma comunicação rápida e eficaz.

A computação nas nuvens permite que os funcionários fiquem a par de tudo o que acontece na empresa, além de contribuir e agilizar na entrega das demandas solicitadas. A ferramenta ainda diminui os gastos de deslocamento e contribui com o meio ambiente.

Criações colaborativas, compartilhamento e edição de arquivos simultâneos, são algumas das funcionalidades da tecnologia. Desburocratizar e exintiguir certos processos engessados, é a arma principal da ferramenta que, para os empresários, é fundamental para simplificar tarefas e serviços.

É com essa união de comunicação e colaboração, que a otimização dos serviços ganha espaço dentro da empresa. As trocas de informações entre todos são maiores e facilitadas, a empresa ganha tanto em comunicação interna quanto externa. Todos os setores se comunicam sem ruídos e sabem o que está acontecendo no serviço, além disso, conseguem acompanhar os projetos que estão em andamento e o que virá pela frente.

Dessa forma, vendo a colaboração de seus colegas e sendo participativo, o funcionário se sente parte da empresa e de seus processos, sendo efetivo em suas tarefas, cumprindo suas demandas e aumentando a produtividade da empresa como um todo.

 

 

0 0 Continue Lendo →

Cloud Computing: segurança nas nuvens

A tecnologia Cloud Computing ganha cada vez mais espaço e notoriedade entre as pessoas. Pela forma diferenciada como se dá o serviço de armazenamento, a ferramenta vem sendo bastante utilizada no ramo corporativo.

As empresas buscam sistemas menos burocráticos, que agreguem praticidade, facilidade e que, consequentemente, otimizem seu tempo com os serviços. Melhoria na comunicação interna e externa, agilidade nos serviços, trabalho colaborativo e redução de custos são alguns dos resultados obtidos pelas empresas que optam pela implantação e utilização da cloud computing.

Assim como qualquer outro recurso, a computação na nuvem requer atenção e cuidado para garantir seu uso da melhor maneira, com eficiência e, acima de tudo, com segurança.

É comum muitos investidores ficarem receosos com relação ao processo de segurança da computação na nuvem. Alguns fatores precisam ser considerados, mas a tecnologia é totalmente confiável.

Três elementos precisam ser considerados para que você tenha uma experiência agradável e segura nas nuvens: confidencialidade, integridade e disponibilidade.

Os dois primeiros dependem basicamente de medidas de segurança, tais como: firewall ativo com bloqueios e rotas definidas para evitar intrusos, manter todos os equipamentos com proteção ativa e atualizada contra vírus, spyware e qualquer tipo de dano ao sistema, além de fazer manutenções constantemente.

Já para garantir a segurança da disponibilidade dos dados, outras medidas são adotadas: certifique – se de usar ferramentas seguras e de confiança. Tenha controle sobre quem e quando acessam determinados documentos, é importante saber o que está sendo falado e compartilhado. Também, é fundamental você ter um provedor de nuvem que garanta a segurança de toda sua infraestrutura.

QI_CTA_eBook21_CloudComputingSeguranca

0 0 Continue Lendo →

Três perguntas que você deve fazer ao escolher uma solução de armazenamento na Nuvem

Você já sabe o suficiente sobre a Computação em Nuvem para pequenas empresas e está preparado para começar a utilizar a nuvem para armazenar seus dados. Mas como escolher as soluções adequadas para a sua empresa?

Para ajudá-lo a decidir qual a melhor opção para a sua empresa, um artigo recente do site de TI ZDNet aconselha a fazer as três seguintes perguntas:

Você precisa fazer backup de dados, sincronizar arquivos ou ambos?

É fácil confundir os dois, mas sincronização de arquivos e backup de dados são tecnologias distintas. Uma pequena empresa que está migrando seu armazenamento de dados para a nuvem provavelmente precisa dos dois. Um aplicativo de sincronização de dados oferece uma forma eficiente de compartilhar documentos com outras pessoas e acessar arquivos de trabalho através de um dispositivo mobile ou do computador de casa. Por outro lado, um serviço de backup de dados ajuda a proteger a sua empresa no caso de alguma falha no HD ou perda de seus arquivos de sistema.

Qual hardware você utiliza atualmente para armazenamento local de dados?

As pequenas empresas geralmente começam com o HD externo. Conforme a empresa vai crescendo, ela pode migrar para um dispositivo NAS (network-attached storage) e talvez, um servidor dedicado. O ideal é você ter uma solução dupla: um dispositivo de armazenamento local e armazenamento em nuvem. Caso aconteça algum desastre, o caminho mais rápido para a recuperação de dados pode ser a reparação de arquivos críticos com um backup local e utilizar a cópia da nuvem se o seu dispositivo local estiver danificado. Se você já possui um hardware de armazenamento, como um dispositivo NAS, certifique-se de que todos os serviços de backup na nuvem que você considera são compatíveis com ele.

 

Qual ferramenta de armazenamento na nuvem integra-se com outros aplicativos na nuvem facilmente?

Ao escolher uma solução de armazenamento na nuvem, analise cuidadosamente quais outros aplicativos sua empresa já utiliza ou planeja implementar futuramente na nuvem. Por exemplo, se sua empresa utiliza o Salesforce e o Google Docs frequentemente, você deve procurar um serviço de armazenamento na nuvem que  se integra bem com essas ferramentas.

 

Para uma pequena empresa, a escolha das soluções mais eficazes de armazenamento na nuvem pode ser um desafio. Mas investir um tempo para responder a essas perguntas sobre as necessidades de sua empresa, ferramentas e hardware utilizados e metas de tecnologia pode ajudar a garantir que você selecione os serviços adequados à sua situação.

Artigo original: 3 Questions To Ask When Choosing A Cloud Storage Solution

 

QI_CTA_CloudComputing

0 0 Continue Lendo →

Como o Gmail reconhece SPAM

O termo SPAM surgiu a partir de Spiced Ham, ou “Presunto temperado”. O Spam é vendido nos Estados Unidos e na Inglaterra de forma enlatada, conservado em azeite temperado.

Uma esquete do grupo humorístico inglês Monty Pyrthon, criada na década de 70, mostra um restaurante que possui SPAM em todos os pratos servidos. Enquanto uma cliente se irrita por não gostar do presunto temperado, vikings cantam uma música de adoração ao SPAM.


qi-dont-like-spam

Mas o que isso tudo tem a ver com o conceito de SPAM que temos hoje?

Os primeiros programadores se inspiraram nesse quadro e deram o nome de SPAM àqueles e-mails que recebemos totalmente contra a nossa vontade. Algo chato, inconveniente e irritante, assim como o presunto que a cliente do vídeo humorístico não queria.

É graças ao que este termo representa para nós hoje que os filtros anti-spam estão cada vez mais eficientes no combate a mensagens indesejadas. A maioria dos serviços de e-mail atuais possuem uma pasta para onde vão os spams, sem passar pela caixa de entrada. Com o Gmail não é diferente. O Gmail analisa alguns itens padrão para identificar se um e-mail é SPAM.

Conheça alguns tipos de SPAM identificados pelo Gmail:

 

  • Golpes de phishing – São mensagens maldosas que tentam induzir o usuário a compartilhar informações pessoais, como número de cartão de crédito e senhas.

  • Mensagens de um remetente não confirmado – Alguns spammers forjam as mensagens de e-mail para que pareçam que foram enviadas por uma empresa confiável. O Google utiliza a autenticação de e-mail para verificar o remetente.

  • Mensagens que você marcou como spam – Quando você clica em “Denunciar Spam” ou “Denunciar phishing”, a mensagem que você denunciou também vai para a caixa de spam.

  • Semelhança com mensagens suspeitas – O Gmail possui sistemas de detecção automática de spam que analisam padrões (como palavras-chave comuns e mensagens enviadas por IPs que já enviaram spam anteriormente, por exemplo) e conseguem prever mensagens fraudulentas ou que possam prejudicar o usuário.

  • Políticas definidas pelo administrador – Se você utiliza uma conta de Gmail empresarial, o administrador do grupo do qual você faz parte pode decidir as mensagens que serão marcadas como spam.

  • O conteúdo da mensagem está vazio – Spammers podem mandar mensagens vazias de forma acidental ou proposital. No segundo caso, a mensagem é enviada apenas para coletar listas de endereços de e-mail. É por isso que algumas mensagens em branco e/ou sem título são marcadas como spam.

 

Saiba mais sobre o sistema de filtros anti-spam do Gmail clicando aqui.

 

0 0 Continue Lendo →

12 fatos sobre Mobile Marketing que você precisa conhecer

Seja para e-mails, pesquisa, redes sociais ou compras online, as pessoas simplesmente não conseguem ficar longe de seus dispositivos móveis. Para os empresários, isso representa um grande desafio, e ao mesmo tempo uma oportunidade incrível. Como se engajar com o público certo, com a abordagem certa, no momento certo quando as pessoas têm tanto controle sobre as informações que recebem?

Implementar uma estratégia de Mobile Marketing impecável não é simples, mas estes 12 itens podem mostrá-lo por onde começar.

1 – 75% das pessoas priorizam o acesso a sites otimizados para dispositivos móveis.
2 – A navegação na internet em dispositivos móveis deve superar o uso da internet por meio de computadores comuns até 2014.
3 – 50% das buscas locais acontecem por meio de smartphones.
4 – Mais de 80% dos usuários de smartphones exigem uma experiência rápida e confiável e isso reflete em quantas vezes ele acessa um site mobile.
5 – 24% dos usuários esperam que um site mobile demore 3 segundos ou menos para carregar.
6 – 13% dos usuários mobile afirmam que nunca usam um aplicativo novamente se a primeira experiência for ruim.
7 – 88% das pessoas utilizam seus celulares diariamente para verificar e-mails.
8 – 63% dos americanos fecham/excluem um e-mail que não é otimizado para mobile.
9 – Assinaturas mobile vão superar a População Mundial este ano.
10 – O americano utiliza seu dispositivo mobile para socializar-se 3 horas por dia, em média.
11 – Mais de 33% dos usuarios do Facebook utilizam a rede através de seus dispositivos mobile.
12 – Mais da metade de todos os usuários do Twitter utilizam a rede através de seus dispositivos mobile.

Artigo presente em: http://appmobile.com.br/12-fatos-sobre-mobile-marketing-que-voce-precisa-conhecer/

 

QI_CTA_CardsTransformationMKT

0 0 Continue Lendo →

Cloud para uso pessoal

Os benefícios da Computação em Nuvem para empresas são muito comentados. Ferramentas de colaboração, comunicação e armazenamento têm sido a alma do negócio. Mas você sabia que os serviços cloud também estão muito presentes no dia-a-dia de  todos os usuários? A seguir, alguns exemplos da utilização de Cloud Computing, para você ver que ela está muito mais presente em sua vida do que você imagina:

E-mail pessoal

Não seria nada seguro se suas mensagens ficassem salvas em um servidor local. Uma pane geral poderia sumir com todas as suas conversas, anexos e outros itens importantes salvos. É por isso que todos esses dados ficam armazenados na nuvem. É por isso também que você tem acesso por locais diferentes.

Músicas e vídeos

Se você está acessando a internet fora do local de costume, ou seja, se está na academia, no trabalho ou na rua, você não precisa ficar sem suas músicas favoritas. É por isso que existem serviços como o SoundCloud, em que para executar arquivos de áudio basta apenas ter acesso à rede.
A Netflix também possui um pacote com serviço de reprodução de vídeos Streaming, caracterizando armazenamento na nuvem.

Fotos

Os serviços da internet que você utiliza para postar suas fotos também é considerado Cloud Computing. Ao mandar suas fotos para o Flickr ou Facebook, suas fotos estão seguras e somente serão apagadas se isso for uma escolha sua, diferente de um dispositivo de armazenamento comum, sujeito a perdas ou acidentes.

Jogos

Já pensou poder acessar o Angry Birds somente da sua casa ou perder todos os pontos cada vez que fosse jogar? Esse é mais um problema resolvido pela computação em nuvem.

Serviços de backup e armazenamento de variados tipos de arquivo também estão disponíveis para usuários comuns. O Google Drive oferece 5GB gratuitos para armazenamento e é possível fazer upgrade para ter mais espaço.

E você, se identificou com algum dos serviços citados acima? Quais outros serviços de armazenamento e compartilhamento você usa?

0 0 Continue Lendo →

Conheça o Labs do Gmail

O Labs é um conjunto de ferramentas que ajudam você a ter a melhor experiência possível com o Gmail. Os recursos de ativação simples foram elaborados pensando, acima de tudo, em trazer praticidade à vida dos usuários.

 

Conheça alguns recursos do Labs:

 

1.Primeiro, encontre o Labs nas configurações

Abra as configurações do Gmail clicando no ícone da engrenagem no canto superior esquerdo da sua caixa de entrada e, em seguida, em “configurações”. Você verá “Labs” ao lado direito da lista.

 

configuracoes gmail

labs

 

 

2. Em seguida, habilite o Labs

Percorra a lista dos Labs ativados  e ative ou desative cada item. Você precisará salvar suas preferências após realizar suas mudanças. 

labs ativar

 

3. Chat ao lado direito

É exatamente o que você está pensando. Esta opção move o seu chat do lado esquerdo para o lado direito da sua caixa de entrada. Isto pode desconfigurar sua caixa de entrada, mas se você ampliar sua janela (ou utilizar dois monitores), você não deve ter muitos problemas.

O chat ao lado direito libera uma propriedade valiosa do lado esquerdo da lista de marcadores e outros Labs úteis.

chat gmail

 

4. Gadget do Google Agenda

Com este recurso, você visualiza informações instantâneas na tela de sua caixa de entrada. Embora esta ferramenta não seja ideal para planejamentos de longo prazo, ela permite que você confira sua disponibilidade do dia para as reuniões de última hora ou um convite para um café.

gadget google agenda

 

5. Gadget do Google Docs

Você provavelmente tem alguns documentos aos quais se refere uma vez ou outra. O Gadget do Google Docs exibe seus docs acessados recentemente no canto esquerdo, na sua janela da caixa de entrada. Com apenas um clique, você pode acessá-los da próxima vez que precisar olhar algo, poupando você de ter de procurá-lo no docs.

gadget google docs

 

6. Enviar & arquivar / Avanço automático

Estes dois labs são particularmente bem preparados para lidar com caixas de correio compartilhadas, ou para aqueles que processam milhares de e-mails.

O Enviar & Arquivar arquiva seus e-mails enviados e os originais, limpando sua caixa.

O Lab Avanço automático permite que você especifique como deseja que o Gmail aja após uma ação realizada por você em um e-mail. Ele pode abrir a mensagem seguinte ou levá-lo de volta à caixa de entrada.

avanco automatico

 

7. Respostas predeterminadas

Esta é outra ferramenta útil para aqueles que têm de lidar com muitos e-mails repetitivos. Você pode salvar uma resposta genérica e inseri-la em um novo e-mail, se for necessário.

Observação: Ao salvar uma nova resposta predeterminada, o programa captura qualquer coisa que esteja na janela. Então, se você precisa iniciar um e-mail completamente em branco.

 

Labs – melhorando o funcionamento das empresas

O Labs pode fazer você ganhar tempo e segurança dentro de seu ambiente de trabalho, com os recursos como o citado acima, respostas automáticas, tornar a opção “responder a todos” um padrão e o ajuste de assinaturas, que insere sua assinatura antes do texto citado nas respostas e remove aquela habitual linha divisória “–“.
Existe também um recurso que pode cancelar e-mails enviados, no caso de envios acidentais.

É importante ressaltar que pode haver instabilidade no funcionamento, assim como na exibição desses extras, e que os que funcionam perfeitamente são promovidos a recursos regulares.

 

Parte deste artigo é uma tradução de: http://mashable.com/2013/01/18/best-gmail-labs/  
Outras referências:
Suporte do Google
Dicas do Google – Melhores Labs empresariais no Gmail
Algumas imagens desse post são retiradas do próprio Labs do Google.
QI_CTA_GuiaGmail

0 0 Continue Lendo →

Percepções irreais sobre a Nuvem privada

O crescimento do fenômeno cloud computing em todo o mundo, favoreceu que muitas empresas também invistam na nuvem privada, que é basicamente um conjunto de recursos configurados por servidores virtuais, de forma automatizada e gerenciada por processos.

A consultoria Gartner de tecnologia indicou alguns dos equívocos mais comuns das empresas que aderem a este modelo para armazenamento de TI, incluindo a virtualização e outros tipos que buscam atender as demandas de forma mais acessível, mesmo sem compatibilidade com as necessidades e particularidades dos negócios.

Por isso, o vice-presidente da Gartner, Tom Bittman sugere que os responsáveis por fornecer serviços de TI devam entender a complexidade dos diferentes tipos de demandas, ao invés de apenas cumprir rapidamente as tarefas com baixos custos, sob o risco de não entregar soluções eficazes e realmente úteis.

 

Cinco equívocos comuns sobre a nuvem privada

Gartner lista erros que empresas comentem ao definir o modelo. Virtualização é um deles.

O debate em curso em torno da computação em nuvem privada tem criado percepções erradas sobre o modelo, na visão do instituto de pesquisas Gartner.

“O crescimento da computação em nuvem privada está sendo impulsionado pela rápida penetração da virtualização, gerenciamento de virtualização, salto de ofertas de cloud e pressão para entregar projetos mais baratos e mais rapidamente”, avalia Tom Bittman, vice-presidente e analista do Gartner.

“No entanto, na pressa para responder a essas pressões, a TI precisa ter cuidado para evitar o hype, e, em vez disso, deve concentrar esforços no modelo que mais faz sentido aos negócios.” Abaixo, o Gartner lista os cinco equívocos mais comuns sobre a nuvem privada.

 

 

Virtualização

A consultoria Gertner sinaliza que a cloud privada pode criar serviços de armazenamento na nuvem, utilizando algum tipo de virtualização de servidores e infraestrutura. Por isso, a cloud não é sinônimo de virtualização.

A virtualização é um elemento facilitador para o gerenciamento de recursos como servidores, desktops, rede e muitos outros, utilizados dentro do ambiente corporativo para executar tarefas, proteger e armazenar informações importantes.

 

 

1. “Cloud privada não é virtualização

Virtualização de servidores e infraestrutura é base importante para a computação em nuvem privada. No entanto, virtualização e gerenciamento de virtualização não são, por si só, nuvem privada. Virtualização torna mais fácil realocar recursos de infraestrutura (servidores, computadores desktop, armazenamento, rede, middleware etc) e pode ser ativada de várias maneiras, incluindo máquinas virtuais, sistemas operacionais (OS) ou middleware.

Cloud privada, portanto, utiliza alguma forma de virtualização para criar um serviço de computação em nuvem”.

Cloud privada simplifica processos e garante maior agilidade

Os principais benefícios da nuvem privada para as empresas são operacionais e não com relação à redução de despesas como muitas empresas imaginam, pois este recurso é capaz de diminuir tarefas e melhor distribuir as ferramentas de TI das empresas, possibilitando no longo prazo diminuir custos com manutenção hardwares, por exemplo, mas em contrapartida a cloud privada necessita de investimentos para a sua automação.

Desta forma não se pode considerar a redução de despesas como sendo um dos motivos primários pelos quais as empresas adquirem a nuvem privada, precisando ser mais bem avaliada pelos responsáveis, como sendo um recurso facilitador para a infraestrutura de TI.

 

 

Nuvem privada não busca apenas redução de custos

Uma empresa pode reduzir os custos operacionais por meio de uma nuvem privada, eliminando tarefas repetitivas comuns. Uma nuvem privada pode realocar recursos de forma mais eficiente para atender às necessidades da empresa, possivelmente diminuindo as despesas de capital para o hardware.

Nuvens privadas exigem investimento em software de automação, e as economias por si só não podem justificar o investimento. Por isso, a redução de custos não é o principal benefício da computação em nuvem privada.

Autosserviço, automação, agilidade, velocidade, habilidade de dimensionar a demanda de forma dinâmica são alguns dos atrativos do modelo, de acordo com o instituto de pesquisas.

 

Nuvem privada também pode ser compartilhada com mais empresas

Mesmo que ainda a grande maioria das cloud privadas está alocada sob a infraestrutura individual, atualmente muitas nuvens privadas estão compartilhando os seus recursos e equipamentos com terceiros, porém existindo uma rede privada virtual para cada empresa.

Esta é uma nova e flexível tendência que este modelo de TI oferece às empresas.

 


3. “Nuvem privada não é necessariamente on  premise

Cloud privada é definida por privacidade, não propriedade, localização ou responsabilidade de gestão. Enquanto a maioria das nuvens privadas é baseada na infraestrutura local (na evolução dos investimentos de virtualização existentes), uma parte crescente de nuvens privadas será contratada também fora da empresa. Nuvens privadas de terceiros têm uma flexibilidade maior para o termo “privacidade”.

Nuvens de terceiros podem compartilhar instalações do data center com outros, compartilhar equipamentos ao longo do tempo e recursos, mas mantendo uma rede privada virtual (VPN) isolada, por exemplo”. 

 

 

Evolução da IaaS

Iaas ( Infrastructure as a Service) tem crescido rapidamente nos últimos anos, oferecendo diversos recursos para acesso a infraestrutura do data center, simultaneamente à virtualização de servidores.

Desta forma os profissionais deste setor, precisam estar atentos aos movimentos, tendências e mudanças constantes do mercado, para implementar recursos modernos, que atendam aos objetivos e necessidades das empresas, mantendo-as competitivas no mercado.

 

4. “Nuvem privada não é somente infraestrutura como serviço (IaaS)

Virtualização de servidores é uma grande tendência e, portanto, um elemento importante para a nuvem privada. No entanto, o modelo não se limita de modo algum à IaaS. Pode, por exemplo, incluir ofertas de desenvolvimento e teste, permitindo uso de plataforma como serviço (PaaS).

Hoje, o segmento de crescimento mais rápido da computação em nuvem é IaaS. Mas IaaS fornece apenas um dos níveis de recursos do data center. Desenvolvedores usarão PaaS para criar aplicativos projetados para serem compatíveis com a nuvem, produzindo serviços diferentes em comparação com aplicações antigas”. 

 

Nuvem pública e híbrida

Segundo os especialistas da Gartner, com os avanços para o armazenamento na nuvem, muitas empresas que utilizam a cloud privada, tendem a melhorar os serviços, a segurança e o gerenciamento dos acessos das nuvens públicas.

Alguns modelos serão híbridos mesclando recursos de terceiros, impulsionando o autosserviço, através de interface com os clientes.



5. “Nuvem privada nem sempre será privada

Os analistas do Gartner apontam que a nuvem privada é paliativa. Com o tempo, nuvens públicas vão amadurecer, melhorando os níveis de serviço, segurança e gerenciamento de conformidade. Novos serviços de nuvem pública surgirão. Algumas nuvens privadas vão mover-se totalmente para a nuvem pública.

No entanto, a maioria dos serviços de nuvem privada irá evoluir para permitir a cloud híbrida, ampliando a capacidade efetiva de uma nuvem privada para alavancar os serviços públicos de nuvem e recursos de terceiros.

“Ao começar com uma nuvem privada, a TI está se posicionando como o corretor de todos os serviços da empresa”, afirma Bittman. “Uma nuvem privada que evolui para híbrida ou até mesmo pública poderia reter a propriedade do autosserviço, e, portanto, o cliente e a interface. Esta é uma parte da visão para o futuro da TI que chamamos de ‘TI híbrida’”.

 

A detalhada análise realizada pela consultoria de TI Gartner, aponta o atual cenário da utilização da nuvem privada e o futuro desta infraestrutura, capaz de se tornar cada vez mais presente dentro da rotina corporativa e também para os usuários.

Alguns dos pontos que os analistas da Gartner sinalizam como grandes equívocos dos profissionais do setor de tecnologia com relação à nuvem privada devem ser considerados pelos tomadores de decisões das empresas, a fim de utilizar todos os recursos tecnológicos disponíveis, de forma a simplificar processos, reduzir o tempo de execução de tarefas, proteger os dados armazenados e resultar em possíveis diminuições de custos às empresas, e não ao contrário, pois para implementar a cloud privada, é necessário também investir em sua automação.

O futuro da cloud privada para a versão híbrida impulsiona o surgimento de um novo e importante nicho de mercado a ser explorado pelos profissionais da área e pelas empresas que desejam estarem atentas às novidades tecnológicas da informação.

0 0 Continue Lendo →