E-mails que se perdem graças a bancos de dados corrompidos ou servidores fora do ar. Caixas de entrada cheias e impedidas de receber novas mensagens. Falta de sincronia entre computador e celular. Esse cenário era muito comum até algum tempo atrás, mas não pode mais ser tão recorrente.