Publicado em 18 agosto 2015

O ideal é que um ambiente de aprendizado conte com maneiras eficientes para facilitar a comunicação entre alunos e professores, certo? Com a evolução da tecnologia, tornou-se possível acessar um sistema que permita essa troca sem a necessidade de treinamentos. Estamos falando do Google Groups, que ajuda a criar grupos virtuais em que os membros usam uma interface gráfica ou seu próprio e-mail para reunir discussões. É simples: cada tópico tem seu espaço e as mensagens são ordenadas das mais antigas para as mais novas.

Para uma instituição de ensino, o Google Groups pode ser extremamente valioso, já que deixa professores e alunos interagirem e organizarem suas discussões da forma mais produtiva possível, criando grupos para cada turma ou para toda a instituição e realizando pela plataforma mesmo comunicados importantes. Quer saber mais sobre as vantagens do Google Groups e como esse recurso pode ser aplicado na sua escola ou no seu curso? Então leia já este post:

Por que usar o Google Groups?

A estrutura de tópicos de discussão do Google Groups é perfeita para otimizar as interações entre o corpo docente e os alunos. As funcionalidades extras da plataforma, como o envio de anexos, permitem que a ferramenta seja usada para a troca de trabalhos escolares, de referências e quaisquer outros materiais. Graças à conexão com demais serviços Google, é possível aproveitar arquivos criados no Google Drive para compartilhar com os colegas.

Além disso, o formato dos grupos do Google Groups estimula boas discussões entre professores e estudantes. Como cada membro tem espaço para resposta, é criado um ambiente extremamente democrático para a comunicação e a discussão de ideias. Esse visual simples também torna a interface fácil para navegar e localizar os conteúdos.

Como criar um grupo?

Para criar um grupo nessa plataforma basta visitar sua página inicial e clicar no botão criar grupo. Na tela seguinte será necessário preencher o nome desejado para o grupo e alguns outros poucos atributos, sendo um deles o e-mail de comunicações, muito importante para que se receba mensagens dos usuários.

Ao escolher o tipo de grupo, algumas das funcionalidades disponíveis se modificam para tornar diferente a modalidade de discussão. Um desses tipos é o fórum da web, que se assemelha a fóruns de discussões convencionais encontrados pela internet. Outro destaque é o fórum de perguntas e respostas, cujo diferencial é a possibilidade de marcar perguntas como resolvidas — ideal para dúvidas em relação ao conteúdo das aulas, por exemplo.

Ao final, é preciso escolher quais serão as permissões específicas do grupo. É nessa seção que o criador determina quem pode e quem não pode criar tópicos, visualizá-los e requisitar participação. Para uma instituição de ensino, é possível restringir o acesso ao grupo para turmas específicas.

Por que usar o Groups nas escolas?

Os produtos Google fazem sucesso em todo o mundo por serem acessíveis e fáceis de usar até pelos usuários médios. Usando o pacote G Suite, todas as vantagens desses aplicativos ficam acessíveis para a instituição de ensino, o que significa que tanto os professores como os alunos poderão usar o Gmail, o Google Drive, o próprio Groups e vários outros serviços com o e-mail da instituição de ensino.

Quer saber mais sobre como o Google Groups e os outros aplicativos Google podem ajudar sua instituição de ensino? Então acesse o site da Qi Network e aprenda já!

QI_CTA_GuiaIProfessores