Publicado em 22 dezembro 2016

Contabilidade tributária é a política de gestão de tributos que pode ser adotada por uma empresa com o objetivo de reduzir seus gastos a partir de uma melhor relação com suas obrigações fiscais.

Assim, ela representa uma série de ações que podem ser tomadas visando reduzir o impacto tributário que incide sobre a organização. Entre elas estão o planejamento tributário, o estudo permanente da legislação tributária e a revisão das práticas legais da empresa. Também é possível considerar a utilização de recursos como os incentivos fiscais. Para saber mais, continue a leitura!

1. Planejamento tributário

Antes de dar início a qualquer atividade é preciso planejar. E no caso da gestão de tributos, como poderia ser diferente? Uma empresa precisa se preparar para lidar com suas obrigações de maneira que seus gastos sejam compatíveis com o que é produzido.

Sendo assim, é preciso considerar os fatores fundamentais para escolher o regime tributário ideal: seu tipo de atividade e o faturamento. Somente fazendo uma boa análise a respeito desses dois elementos, torna-se viável definir o regime certo e obter dele seus principais benefícios.

A contabilidade tributária oferece um serviço eficiente de planejamento tributário para a empresa, dando a ela condições para optar pelo regime tributário mais econômico por estar compatível com suas características.

2. Entendimento da legislação tributária

Para lidar com a grande quantidade de impostos, taxas e outras obrigações existentes no Brasil, é recomendável investir no trabalho de especialistas capazes de acompanhar e compreender toda a legislação tributária brasileira em função dos interesses e necessidades da empresa.

Assim, é possível garantir uma boa gestão das obrigações, além de ter meios para se prevenir diante de qualquer eventualidade.

Uma contabilidade tributária permite à empresa se proteger de maneira mais adequada, evitando prejuízos que podem dificultar seu crescimento ao saber lidar com tudo o que rege a cobrança de impostos.

3. Revisão das práticas da empresa

Não há dúvidas de que a complexidade do sistema tributário brasileiro tem a ver com as constantes alterações que acontecem nas leis tributárias. Isso costuma pegar os gestores menos preparados desprevenidos, exigindo deles o entendimento pleno dos processos e atualização dos procedimentos a tempo de cumprirem com suas obrigações antes do fim do prazo.

Resultado: em muitos casos os gestores se atrapalham e acabam tendo que pagar mais caro por conta de multas.

Assim, uma consultoria especializada ajuda a empresa a estar sempre em dia com suas práticas obrigatórias, oferecendo a ela condições para atualizar suas ações dentro dos prazos estabelecidos e sempre que necessário.

4. Contabilidade tributária e incentivos fiscais

Por fim, a contabilidade tributária permite não apenas reorganizar a relação da empresa com suas obrigações legais, mas também garantir vantagens e benefícios de diferentes tipos por meio de ações como incentivos fiscais.

É importante ressaltar que o incentivo fiscal não representa uma redução de tributos pela empresa, mas sim a transferência de parte deles a algum programa que precisa de incentivo.

Ao associar seu nome a projetos interessantes e de grande popularidade, é possível gerar credibilidade para a empresa e expandir o alcance de sua marca. Isso acontece, por exemplo, quando o nome dela aparece em filmes, ao apoiar o audiovisual.

Adotando essas medidas, além de ficar em dia com a legislação, sua empresa tem mais chances de otimizar as finanças internas e, consequentemente, alavancar o crescimento do negócio. Ficou ainda com alguma dúvida? Deixe o seu comentário!

QI_CTA_GuiaGmail