Publicado em 21 dezembro 2015

Na Escola Latina no bairro Bronx, em Nova York, a professora Katrina Roman contou que o tema de história antiga não costuma deixar os alunos muito empolgados durante a aulas. Mas esta semana eles fizeram algo muito diferente! Fizeram uma viagem virtual pelas ruínas astecas utilizando o Google Expeditions, que é uma ferramenta de realidade virtual de aprendizagem desenvolvida pela Google.

Normalmente, essa aula seria baseada em fotos e textos, mas, em vez disso, os alunos foram até o topo de Chichen Itza e em seguida viram os detalhes em Tenochtitlan (capital do Império Asteca). Em meio a gritos de surpresa os alunos falavam sobre os detalhes dos lugares e não faltaram candidatos na hora de responder as perguntas da Professora Roman.

expeditions

A Google está levando essa experiência para milhares de escolas em todo o mundo com o Programa Pioneer Expeditions. Durante o ano escolar 2015/2016, ela irá levar “kits” contendo tudo o que um professor precisa para executar uma viagem virtual em sua classe: Smartphones ASUS, um tablet para o professor guiar o passeio, um roteador que permite que o Expeditions funcione sem conexão com a Internet e os cardboards Google para transformar os passeios virtuais em realidade. Embora nada substitua uma uma viagem presencial, existem alguns lugares que estão fora do alcance, independente de onde você esteja. A realidade virtual dá aos professores a possibilidade de levar os alunos onde um ônibus escolar não pôde.

Para ensinar os professores utilizarem o Expeditions, a Google está visitando milhares de escolas pelo mundo com esses “kits” e mostrando para os educadores como utilizá-los. Os primeiros países que já estão sendo visitados são: Brasil, Austrália, Reino Unido e os Estados Unidos. Ao longo do ano letivo, outras nações também serão visitadas.


4623-f7181f87591d7c2ce9bd64e077419ac5

No presente momento, os professores podem escolher mais de 100 lugares para fazerem viagens virtuais com seus alunos como: Marte, A Grande Muralha da China, A Grande Barreira de Corais entre outros lugares incríveis. Em paralelo às viagens que já existem, a Google está trabalhando juntamente com documentaristas e produtores famosos, fundações, entre outros parceiros para entregar cada vez mais localizações incríveis para seus alunos e professores.

Para ajudar ainda mais os estudantes na tomada de decisões importantes como a escolha de suas carreiras profissionais, a The Starfish Foundation produziu materiais onde os alunos podem acompanhar virtualmente um dia na vida de alguns profissionais, como veterinários e profissionais de TI. E, visando motivar ainda mais essa geração, a Google está trabalhando em parceria com a primeira dama dos E.U.A, Michelle Obama, em seu projeto de incentivo educacional Reach Higher (Vá mais Longe).

O Google Expeditions é mais um passo na evolução educacional mundial. E você, o que achou dessa novidade? Deixe seus comentários abaixo e caso tenha interesse em conhecer mais sobre esse projeto acesse nosso post – Google Expeditions traz passeios virtuais para as escolas de Florianópolis.

QI_CTA_GuiaIProfessores