Publicado em 23 Abril 2018

Desde o seu surgimento no início dos anos 40, as planilhas continuam sendo fundamentais para que as empresas realizem suas tarefas. Desde a análise financeira do trimestre, à atualização dos produtos, as planilhas são fundamentais para auxiliar as empresas a reunir e compartilhar dados para decisões rápidas —, mas o que mais você consegue fazer, se ela estiver na nuvem? A função macro do Google Planilhas, veio para automatizar suas ações.

A Google tem como objetivo melhorar o Google Planilhas para as empresas por estes motivos citados, e é por isto que os times vão contar com novas funcionalidades para analisar e visualizar seus dados. Atualmente, mais recursos estão sendo adicionados, incluindo um modo de gravação macro, para automatizar as tarefas, com mais opções de formatação. Confira.

Grave macros no Google Planilhas e evite trabalho repetitivo

A Google quer colaborar com as empresas fazendo uma abordagem diferente: primeiramente, nuvem. Hoje mesmo, você pode gravar seus macros no Planilhas. Imagine que você necessita formatar a importação de seus dados, ou fazer o mesmo gráfico de dados em várias planilhas trimestralmente. Fazer isto manualmente, pode se tornar repetitivo e durar horas, mas com a gravação de macros, suas ações são feitas com um comando, sem necessidade de programação.

Como funciona: quando você grava um macro, o Google Planilhas converte esta ação em um Script automaticamente. Se você quiser atualizar seu macro, é possível editar o script diretamente, ao invés de pré gravá-lo desde o início. Você ainda pode codificar suas funções de script e importar como novas macros.  

A melhor parte dos macros do Google Planilhas, é que eles foram desenhados para arquivos em nuvem, isto significa que os times podem utilizar simultaneamente, enquanto outros estiverem trabalhando na mesma planilha sem interupção. Por exemplo: o time financeiro, trabalhando em cima de orçamentos, pode utilizar os macros enquanto atualiza a mesma planilha. Isto também quer dizer, que os clientes e demais colegas de trabalho, não precisarão baixar arquivos sigilosos para usar a nova funcionalidade. Como os arquivos estão na nuvem, você mantém o controle total sobre quem poderá ver e com quem poderá compartilhar seus dados.

Veja a Demo

Mais atualizações do Google Planilhas

Você deve ter notado que durante o passar os anos, a Google tem aprimorado suas funcionalidades no Planilhas, para auxiliar as empresas a melhor visualizar, analisar e compartilhar seus dados de forma mais facilitada. Isto inclui a adição de novos tipos de gráficos (em cascata e pizza 3D), formas de ajustar os gráficos durante a atualização dos dados no Google Documentos e Apresentações. (Até mesmo se você mover arquivos). Agora com mais de 400 funcionalidades, adicionais como formatação, opções de impressão e muito mais.

Atualmente, há a adição de funcionalidades rotineiras, como a habilidade de inserir quebras de página, customizar o tamanho do papel para impressão, mais opções para agrupação de linhas e colunas, e mais tipos de caixa de seleção para células. Também é possível personalizar uma tabela dinâmica por prazos, como semana, mês e ano, quando se cria as tabelas.

O time de engenheiros da Google trouxe a inteligência artificial para as tabelas das Planilhas, para ajudar os times a entender o que seus dados já sabem. Com estas tabelas inteligentes, é possível conseguir novos insights e melhorar a análise, sem importar o quanto habilidoso você é com análise de dados.

Fonte: The Keyword