Publicado em 2 junho 2017

Hoje, a Google anunciou novos recursos de segurança para usuários do Gmail, incluindo identificação antecipada de phishing usando a tecnologia do machine learning, avisos sobre links maliciosos e avisos de respostas externas não intencionais. Além disso, também foram atualizadas proteções contra anexos maliciosos.

Essas proteções permitem que o Gmail proteja melhor os usuários de ameaças do tipo “zero-day”, ransomware e malware. Agora também são bloqueados arquivos que representam grande risco à segurança, como arquivos do tipo .exe e javascript.

O machine learning ajuda o Gmail a obter mais de 99% de precisão na detecção de spam e com essas novas proteções de segurança, é possível reduzir sua exposição à ameaças rejeitando com confiança centenas de milhões de mensagens adicionais todos os dias.

Melhorando constantemente as proteções automáticas

Essas novas atualizações são apenas as mais recentes para melhorar nossas proteções. A Google está trabalhando constantemente para se manter à frente das ameaças de segurança. Por muitos anos, criminosos tentaram usar anexos de e-mails maliciosos para fugir dos nossos filtros de spam e já foram bloqueados de várias maneiras, como:

  • Rejeitando a mensagem e notificando o remetente se um vírus é detectado no e-mail.
  • Prevenindo usuários de enviar mensagens com anexos infectados.
  • Previnindo usuários de fazer download de anexos com vírus.

 

Essas proteções só foram possíveis graças a grande contribuição dos especialistas: Vijay Eranti (Gmail anti-spam), Timothy Schumacher (Gmail anti-spam), Harish Gudelly (Google anti-virus), and Lucio Tudisco (G Suite anti-abuse).

Leia também: