Publicado em 23 Maio 2016

Se você está no ramo de arquitetura da informação, T.I, entre outras áreas, há mais de 3 anos, já deve ter ouvido falar bastante da tendência SaaS — Software as a Service — e como essa nova abordagem está modificando a forma como empresas, empreendedores e fornecedores de softwares estão se relacionando e fazendo negócios.

É uma abordagem totalmente diferente e dinâmica em relação à distribuição de software, utilizando o conceito de cloud computing e conexão com a internet para distribuir, instalar, operar, fazer manutenção e outras atividades, por meio de uma plataforma na web entre as nuvens digitais, e mantida pela empresa prestadora do serviço.

O grande diferencial desse tipo de licença é que, além dos softwares SaaS saírem mais em conta em relação à infraestrutura e gastos com licenças e manutenção dos programas, há uma atualização contínua dos softwares, não sendo necessário atualizar a versão do seu programa toda vez que uma nova atualização for lançada. Isso economiza tempo ao mesmo que melhora a experiência do usuário.

Fizemos uma lista com os 5 principais benefícios dos programas como serviço em relação aos programas tradicionais e os principais motivos para passar a utilizar o software como serviço em sua empresa.

1. Redução e customização de tempo

A instalação dos softwares como serviço costuma ser mais rápida do que o habitual. Além disso, a possibilidade de testar o software antes de comprá-lo permite que o cliente se familiarize com o programa antes mesmo de adquiri-lo, gastando menos tempo quando chegar o momento de operá-lo.

2. Maior capacidade para adaptação

Os softwares como serviço são a melhor solução para as pequenas e médias empresas, já que é mais fácil se adaptar às soluções oferecidas por softwares SaaS. Na maioria das vezes, eles possuem soluções que facilitam a usabilidade do programa, oferecendo ferramentas intuitivas para facilitar a operação até por quem não entende nada de programação.

3. Baixo custo inicial

Os programas SaaS possuem um diferencial importante em relação aos programas iniciais: nesse tipo de serviço, o usuário só paga quando usar o software, sendo bastante acessível para empreendedores que estão iniciando um negócio. Já no caso dos softwares tradicionais, é necessário adquirir uma licença de utilização, sendo bem mais caro em relação aos programas como serviços.

4. Atualizações sem “dor”

Nos programas tradicionais, é necessário a realização de atualizações anuais que sempre acabam custando tempo e, consequentemente, dinheiro. Nos softwares como serviço, as atualizações são feitas na nuvem, ou seja, isso não afetará em nada a utilização do serviço por parte do cliente, já que a atualização será feita diretamente no servidor da empresa, externamente.

5. Redução de recursos técnicos

Se a empresa está precisando reduzir os custos, a utilização desse tipo de serviço é um outro fator importante, já que, além de possuir um baixo custo inicial de aquisição, os programas SaaS também não demandam grandes recursos técnicos para serem instalados e operados, já que o programa rodará na nuvem.

E você, qual é a sua experiência com esse tipo de programa? Faça um comentário e compartilhe com a gente sua opinião!

QI_CTA_CulturaDeInovacao