O trabalho do profissional de Recursos Humanos tem momentos complicados, por exemplo, quando há a necessidade de se demitir um funcionário. Trata-se de um momento delicado que exige do responsável pela tarefa muito respeito e profissionalismo.

Seja qual for a razão que levou à demissão, alguns cuidados e procedimentos devem ser seguidos a fim de evitar que o processo se torne mais difícil do que já é.

Diante desse problema, preparamos algumas dicas para você consiga demitir um funcionário corretamente, causando o menor impacto negativo possível. Continue lendo o texto e aprenda a tornar esse momento menos traumático.

Jamais demita um funcionário sem ter chamado sua atenção anteriormente

Em um ambiente profissional, cometer erros é comum. Contudo, é essencial aprender com eles. Sendo assim, como responsável pela gestão de RH, procure dar feedbacks aos funcionários sobre o que precisa ser melhorado.

É importante dar essa oportunidade para o empregado. Isso porque, você pode estar diante de um excelente profissional, apenas com um pouco de dificuldade de se adaptar ao trabalho.

Não delegue essa função a outras pessoas

Se mesmo após chamar a atenção do funcionário, ele não conseguir progredir nas falhas, a tarefa de demiti-lo não deve ser delegada à outra pessoa.

Claro que ninguém gosta de ser o portador de tal notícia, mas é importante que o chefe direto seja o responsável por realizar o procedimento.

Seja educado e profissional

O momento da demissão é carregado de muita emoção, principalmente para a pessoa que recebe a notícia. Para tornar o processo menos “doloroso”, seja educado e bem direto ao transmitir a decisão.

Procure ser tranquilo e respeitar as reações do funcionário. Entretanto, não peça desculpas, pois deve-se deixar claro que não se trata de uma medida de caráter pessoal. Ser profissional e compreensivo tornará essa situação menos traumática.

Seja sincero e informe as razões para a demissão

Não é ético omitir informações ou tentar se esquivar de comunicar os motivos para a demissão. Apesar de não ser uma tarefa fácil, é direito do empregado conhecer as razões que levaram ao seu desligamento.

Portanto, seja claro quanto aos motivos e o contexto da dispensa, fazendo menção aos feedbacks dados anteriormente.

Proteja as informações de sua empresa

É prudente que seja realizado um backup dos documentos do funcionário antes de se realizar a demissão, principalmente quando ele lida diretamente com informações sigilosas da empresa. Assim, evita-se que algo seja extraviado, alterado ou copiado indevidamente. Uma boa ferramenta para gerenciar isso é o Google Vault, recurso do G Suite para descoberta eletrônica e retenção de emails e bate-papo.

Como dissemos, demitir um funcionário é uma das tarefas mais difíceis a serem executadas em um ambiente corporativo. Trata-se de um fim de uma parceria que deve ser encarado com muito respeito e profissionalismo, sempre zelando para que a imagem da empresa seja preservada.

Se você ainda possui alguma dúvida sobre como proceder ao demitir um empregado, deixe seu comentário!

 

QI_CTA_CardsTransformationRH