Publicado em 21 novembro 2017

Você já ouviu falar em “Table of Contents”? Embora o nome desse complemento não tenha sido traduzido para o português, uma tradução livre resultaria em “Tabela de Conteúdo”.

Esse recurso pode ser definido como uma lista de títulos e descrições de um texto.

De acordo com padrões estabelecidos, o Table of Contents deve vir logo no início de uma página ou artigo. Dessa forma, é possível escolher determinada parte do conteúdo para clicar e ser direcionado a ela.

Para inseri-la, basta digitar [TOC] no local específico do documento do Google Docs. Em seguida digite os títulos que você deseja que sejam exibidos – eles podem ser classificados por níveis, com possibilidade de escolher até seis.

Inserir um título em determinado nível, tem influência direta sobre o código HTML da parte do artigo com a qual ele se relaciona. Esses códigos podem ser perdidos e você precisará ajustá-los manualmente, por isso é importante conhecer sua estrutura.

Se você ainda está se perguntando por que deveria utilizar esse recurso, saiba que ele traz uma série de vantagens. Para ajudá-lo a entender melhor, listamos as principais.

Otimização do tempo do usuário

Quem nunca se deparou com artigos imensos e perdeu algum tempo procurando por determinada parte do conteúdo? Nem sempre o documento inteiro será de interesse do usuário, muitas vezes ele necessita de informações específicas e encontrá-las em um artigo muito longo é realmente um problema.

Com a inserção da Table of Contents é possível visualizar, por meio de títulos, qual parte contém a informação buscada. Então basta clicar para ser direcionado à ela. Dessa forma, o precioso tempo do usuário é otimizado.

Entretanto, para que o recurso funcione corretamente, você precisará hierarquizar o conteúdo da maneira correta, ou seja, não basta saber inserir a “Table of Contents”, é necessário analisar qual a melhor forma de dispor o conteúdo nela.

Facilidade na correção

Na Table of Contents é possível visualizar um fragmento do título de cada parágrafo. Dessa forma, com uma visão geral do conteúdo, fica mais fácil identificar possíveis erros e corrigi-los de forma rápida e eficaz.

Assim como procurar por um conteúdo específico consome o tempo do usuário, procurar por erros também pode fazer com que o gerenciador do conteúdo não consiga solucioná-los corretamente. E essas falhas podem atuar negativamente sobre a credibilidade e, até mesmo, a audiência de uma página. O Table of Contents também ajuda nisso.

Suporte aos redatores

Escritores profissionais ou pessoas responsáveis por produzir conteúdo para alimentar determinadas páginas, podem encontrar na Table of Contents uma grande “companheira”.

Isso porque ela facilita as correções e a adequação do conteúdo às normas da ABNT, exigidas em documentos que precisam seguir certas regras. Com poucos cliques você será capaz de configurar os padrões no documento, pois a tabela ajuda na hora de fazer esse tipo de ajuste.

Esse recurso pode ser um grande aliado na gestão de conteúdo da sua empresa. Para isso, você deve ter em mente em que ele pode ajudar, incentivar os funcionários responsáveis a conhecê-lo e aplicar as melhorias no dia a dia para aumentar a produtividade.

Viu só como a “Table of Contents” pode trazer vantagens para você e seus usuários? Então baixe o nosso e-book: guia de professores e continue lendo sobre esse assunto e muito mais.

QI_CTA_GuiaGdrive

Leia também: