Publicado em 25 abril 2017

Armazenar seus dados em nuvem é uma forma de ter acesso a eles de qualquer dispositivo conectado e de garantir uma segurança a mais para seus trabalhos. Entre as inúmeras ofertas de serviços de armazenamento na nuvem, o Google Drive destaca-se pela usabilidade otimizada, além do mais, a aplicação conta com ferramentas cada vez mais inovadoras.

Neste post, apresentaremos uma ferramenta extremamente útil para usuários do Google Drive, o Quick Access. Acompanhe!

O aumento do volume de dados na nuvem

O advento da Internet das Coisas contribuiu para o aumento da demanda pelo armazenamento em nuvem. Com mais dispositivos conectados, salvar fotos, textos, planilhas em um só lugar tornou-se algo muito atrativo também para os usuários de dispositivos mobile.

As plataformas Cloud possibilitam que se realizem trabalhos colaborativos de maneira mais dinâmica, proporcionando a interação com outros usuários na elaboração e edição dos dados armazenados. Por essa razão, a maioria das empresas já utilizam serviços em nuvem para otimizar seu fluxo de trabalho.

Além disso, os discos rígidos, também por serem estruturas físicas frágeis que comumente apresentam problemas como setores defeituosos, começam a ceder cada vez mais o lugar para o armazenamento de dados em nuvem.

Por essas razões, avolumam-se os dados, aumentando a necessidade de um gerenciamento e uma navegação mais intuitiva dentro desse espaço virtual em nuvem.

A inteligência artificial aprimorando a usabilidade do seu Google Drive

Pensando nesse grande aumento no volume de dados na nuvem da Google, a empresa criou uma ferramenta revolucionária: o Quick Access.

Com essa funcionalidade habilitada em seu Google Drive, o usuário pode encontrar seus arquivos até 50% mais rápido. O Quick Access é como se a inteligência artificial pudesse adivinhar seus movimentos pela interface do Google Drive antes de você digitar algo. Com esse mecanismo, a ferramenta elenca uma lista de arquivos potencialmente necessários ao usuário naquele instante.

Isso se torna possível uma vez que a aplicação vai aprendendo sua forma de interagir com os arquivos armazenados, conseguindo, a partir disso, definir os documentos que são mais prováveis de serem acessados por meio de padrões verificados no seu comportamento de uso.

O funcionamento da ferramenta Quick Access

Essa nova funcionalidade foi implementada em 2016 e está disponível para os clientes do G Suite no Android. Para acessar essa função em seu Google Drive é fácil: a seção Quick Access localiza-se na parte superior esquerda da sua interface. Logo abaixo, você poderá selecionar os arquivos que a ferramenta previu que fossem necessários para você naquele instante.

Não pense que a funcionalidade da ferramenta Quick Access se resume ao Google Drive. Ela estende suas análises para todas as outras funcionalidades da solução G Suite, verificando seus padrões de dados em conferências e reuniões de equipe.

Estima-se que muito em breve essa ferramenta estará disponível também para as versões Google Drive para Desktop ou para navegador. Por enquanto, somente dispositivos com Android estão aptos a oferecer esse recurso ao usuário.

E então, o que achou do Quick Access, essa ferramenta revolucionária da Google? Já experimentou essa funcionalidade em seu Google Drive? Compartilhe sua opinião e sua experiência nos comentários!

QI_CTA_GuiaGdrive

Leia também: