Publicado em 15 março 2018

O uso de dispositivos móveis no ambiente corporativo está presente em um número cada vez maior de empresas.

Tablets e smartphones, por exemplo, já são ferramentas de trabalho: com eles, as organizações podem reduzir custos, aumentar a mobilidade dos profissionais e tornar as equipes mais produtivas.

Ao mesmo tempo, rotinas de trabalho mais flexíveis tornaram-se viáveis com o apoio de soluções de cloud computing como o G Suite. Além disso, políticas como Bring Your Own Device (BYOD) e de home office estão mais fáceis de serem aplicadas e, em muitos casos, podem ser a solução para a companhia ser mais competitiva e eficaz.

Para evitar que falhas ocorram, a empresa deve investir em boas estratégias para gerenciar os dispositivos móveis. Quem usa o G Suite, por exemplo, tem o apoio do Mobile Device Management (MDM), uma solução que torna as estratégias da organização para protegê-los mais abrangentes.

Quer saber como isso é possível e o que é necessário para gerenciar os dispositivos móveis com qualidade? Confira as dicas a seguir!

Mantenha medidas básicas de segurança

Um dos passos básicos para impedir que qualquer pessoa tenha acesso aos dados internos é garantir que todos mantenham os aparelhos protegidos. Para isso, é importante configurar boas senhas e adotar mecanismos adicionais de autenticação (como leitura de íris, detecção facial ou exame de digitais).

Assim, as chances de alguém obter acesso de forma não autorizada a um aparelho caem consideravelmente.

Remova os dados dos aparelhos de quem sair da empresa

Para evitar que pessoas não autorizadas obtenham acesso aos dados internos do negócio, crie normas para garantir que seus dispositivos terão os dados eliminados após um contrato de trabalho ser encerrado. O mesmo vale para aparelhos que forem roubados.

Sempre que a segurança de um dispositivo for comprometida, não deixe de interromper a sincronização das contas cadastradas no aparelho. Assim, dados sigilosos não cairão nas mãos erradas.

Restrinja o acesso às configurações do aparelho

Para gerenciar os dispositivos móveis com alto nível de controle, a companhia pode adotar uma série de medidas ao configurar cada aparelho. Uma delas é restringir o acesso a configurações importantes, como contas cadastradas, bloqueio de tela, transferências USB e modificação das redes.

Dessa forma, terceiros não poderão eliminar dados que auxiliam no controle remoto do equipamento.

Controle os aplicativos instalados pelos usuários

Faça uso das funções de controle de instalação de aplicativos disponíveis no Android e no iOS. É possível criar uma loja personalizada para os apps de uso corporativo e impedir que eles sejam removidos pelos usuários. Com isso, a companhia garante que os smartphones serão utilizados conforme o planejado.

Monitore o uso dos aparelhos

Mantenha um monitoramento constante sobre todos os aparelhos utilizados pela empresa. Isso auxilia o gestor a identificar rapidamente dispositivos com a segurança comprometida e se as políticas de segurança estão aplicadas corretamente.

Além disso, é essencial ter um registro de atualizações, tentativas de login incorretas e outros fatores que possam indicar que algo está errado. Assim, medidas corretivas podem ser aplicadas rapidamente pela organização.

Interessado em gerenciar os dispositivos móveis da sua empresa? Conheça o serviço especializado da Qi Network!

QI_CTA_eBook21_CloudComputingSeguranca